PEV Entertainment
Twitter
Facebook
YouTube
Flickr
MySpace
RSS
Newsletter
  • Thumbnail
    Ver mais
    MEO SONS DO MAR
  • AlterBridge
    Ver mais
    ALTER BRIDGE
  • ThumbnailDama
    Ver mais
    D.A.M.A
  • Metallica
    Ver mais
    METALLICA | Concerto Esgotado
Outros Eventos
Metallica
Quem gostaria de ver ao vivo em Portugal?
Thumbnail (1)
Comprar Bilhetes para MEO SONS DO MAR
2 DE SETEMBRO | PARQUE DE SANTA CATARINA | FUNCHAL
No próximo dia 2 de Setembro decorre mais uma edição do MEO SONS DO MAR. Esta é já a 7ª edição do festival, que continuará a acontecer no espaço incrível que é o Parque de Santa Catarina, no Funchal. Inserido num cenário único sobre a baía do Funchal, o MEO SONS DO MAR está associado a artistas de renome nacional, que têm marcado as edições anteriores, permitindo a todos a vivência de uma experiência única.

Pelo sétimo sexto ano consecutivo a Câmara Municipal do FUNCHAL, o MEO e a PEV ENTERTAINMENT apresentam o MEO SONS DO MAR, prosseguindo assim a aposta do MEO em atribuir o naming aos melhores Festivais de Verão. E o MEO SONS DO MAR não é exceção.

Tornou-se já um hábito das edições anteriores o cartaz do Festival MEO SONS DO MAR ser composto por artistas nacionais e para a edição que se aproxima não serão defraudadas as expectativas dos mais exigentes: David Carreira e Gisela João.

O apoio do MEO a este festival enquadra-se numa estratégia precursora na área da música em Portugal, ancorada em 3 vetores: a presença do MEO em festivais e eventos de música de referência em Portugal continental e nas ilhas, a Rádio MEO Music, e o MEO Arena. E a edição que se aproxima traz mais uma novidade e desta vez em especial para os mais pequenos: MEO SONS DO MAR para os mais pequenos.

Na manhã do dia 02 de Setembro, as portas também se abrem para os mais novos.




INFORMAÇÕES SOBRE OS ARTISTAS:



David Carreira

No próximo dia 2 de Setembro, contamos com a presença de David Carreira. O cantor nasceu em 30 de Julho de 1991 em França e deu início à sua carreira como cantor em 2011, tendo antes trabalhado como ator e modelo. Já conhecido pelos seus concertos únicos em Portugal (só em 2016 deu mais de 60 concertos), David Carreira regressa em 2017 com um concerto renovado.

“Ficamos Por Aqui” é o novo single de David Carreira.
Este é um trabalho de amor que devolve David Carreira à paixão da música da dança na qual os pormenores não foram deixados ao acaso. Em termos musicais e de escolha de paleta de instrumentos o facto de poder não significa fazer. O minimalismo electro, a tensão das notas que tecem a melodia, as ambiências dos teclados sedutores e a produção de “Ficamos Por Aqui”, mostram a cada compasso
que “menos” é na realidade “mais”.
E é nesta escolha de detalhes e de produção que o artista demonstra a sua evolução, o seu amadurecimento, a sua direção. Se musicalmente se nota um novo caminho traçado por David Carreira, em termos líricos há um reforço de uma mensagem na qual a luta interior entre “quem fomos” e “quem somos” e o eterno debate entre o passado e o presente, se revela como um traço comum de uma
geração, a geração com a qual afinal o artista se identifica e faz parte.

David Carreira iniciou a 3 WORLD TOUR dia 16 de abril, apresentando a cada concerto, uma festa única, a que David Carreira já habituou o público. Nesta tour, além das músicas que acompanham o artista desde sempre, poderão ser ouvidos  novos temas como o “FICAMOS POR AQUI”.
O single já está disponível nas plataformas digitais, sendo que existe uma ação especial com o Itunes em que na compra da versão normal do tema “Ficamos Por Aqui” é oferecido a versão acústica deste mesmo tema.


Gisela João

Uma das vozes arrebatadoras do panorama do fado, Gisela João é já uma figura central e uma das mais importantes intérpretes da música portuguesa da atualidade, tendo já sido laureada com inúmeros prémios, com destaque para os prémios Blitz, Time Out, Expresso e o Globo de Ouro para Melhor Intérprete Nacional. A constante presença de Gisela em palcos nacionais e internacionais, bem como as suas atuações eletrizantes, foram determinantes para Gisela consagrar-se entre os demais intérpretes e gigantes da música portuguesa, apresentando um Fado contemporâneo sem desvios nem artifícios, que parte duma formação tradicional e mergulha na sua génese, reencontra a sua autenticidade, questiona os seus excessos e maneirismos, para se tornar por fim, incrivelmente genuíno. Miguel Esteves Cardoso disse: “Amália Rodrigues foi a grande fadista do século XX. (…) Sei e sinto, com a mesma força, que Gisela João é a grande fadista do século XXI.” E quem somos nós para o negar?

“Há fados e fados”
Três anos depois do álbum de estreia, Gisela João edita agora o seu muito aguardado segundo disco. Chama-se “Nua” e são fados, tal como ela os sente e gosta de cantar. 
Tal como o primeiro disco, foi gravado fora do ambiente normal dos estúdios, entre o Palácio de Santa Catarina, em Lisboa, e a Cidadela de Cascais.
Consigo estiveram Ricardo Parreira na Guitarra Portuguesa, Nelson Aleixo na Viola de Fado, Francisco Gaspar na Viola Baixo e Frederico Pereira na Produção e Direção Musical.
O disco dá voz às palavras de alguns poetas da atualidade, visita temas clássicos e tradicionais e surpreende-nos mostrando que, vinda de onde vier - e vem de muitos sítios - a música que passa pela voz de Gisela João é fado. É esse o seu fado.
Mais que um ano de afirmação e consagração, 2016 foi o ano em que Gisela João vincou o seu lugar no pódio dos melhores músicos portugueses da atualidade.??Findas as extensas digressões de apresentação do seu álbum de estreia, Gisela foi, a pouco e pouco, apresentando novos temas, excertos do tão aguardado segundo álbum. E, logo após o tremendo sucesso que foi a sua apresentação ao vivo na WOMEX '16, em Santiago de Compostela, "Nua" chega às lojas!
Um lançamento surpresa, que representa o culminar de largos anos de estrada e trabalho, trabalho esse sempre aclamado pelo público e imprensa.??"Nua" rapidamente subiu ao topo da tabela de vendas em Portugal e foi, novamente, aclamado como um dos discos do ano pelas mais distintas publicações e jornalistas, como na Blitz, Expresso, Público, Vice, e muitas mais. Dele, já se conhecem dois
temas: "Labirinto Ou Não Foi Nada" e "O Senhor Extraterrestre", que nos convidam a escutar um "poderoso e sublime statement" que a deixa (e a nós) "o corpo em desassossego". (Frota, Gonçalo; Público)??Foi, sem qualquer sombra de dúvida, um final de ano ímpar!?
Para 2017? Gisela arranca o próximo ano de 2017 com uma apresentação ao vivo no EUROSONIC 2017, um dos mais icónicos e conceituados festivais de música da Europa, que se realiza em Groningen. O que segue? O regresso de Gisela aos Coliseus, para a derradeira apresentação ao vivo de "Nua". E, certamente, muito, muito mais virá. Três anos depois do álbum de estreia, Gisela João editou em Novembro de 2016  o seu muito aguardado segundo disco. Chama-se “Nua” e são fados, tal como ela os sente e gosta de cantar.??Tal como o primeiro disco, foi gravado fora do ambiente normal dos estúdios, entre o Palácio de Santa Catarina, em Lisboa, e a Cidadela de Cascais. Consigo estiveram Ricardo Parreira na Guitarra Portuguesa, Nelson Aleixo na Viola de Fado, Francisco Gaspar na Viola Baixo e Frederico Pereira na Produção e Direção Musical.??“Nua” homenageia algumas das suas grandes referências musicais –
Amália Rodrigues, Beatriz da Conceição, Argentina Santos, Chavela Vargas e Cartola – e dá voz às palavras de alguns poetas da atualidade – como a rapper portuense Capicua ou a poetisa Ana Sofia Paiva – e surpreende-nos mostrando que, vinda de onde vier - e vem de muitos sítios - a música que passa pela voz de Gisela João é fado.
Para trás ficaram inúmeros concertos nas principais salas e festivais de Portugal e de todo o resto da Europa (incluindo a recente edição da WOMEX) e ainda nos Estados Unidos, Brasil ou Angola; os prémios atribuídos ao álbum “Gisela João” pela generalidade dos media portugueses (Expresso, BLITZ, Público, Time Out, GQ…) e ainda dois prémios de enorme prestígio (Amália Rodrigues e José Afonso); os galardões de ouro e platina que recebeu; o espetáculo conceptual “Caixinha de Música” (em que cantou Nick Cave, Violeta Parra, Amy Winehouse ou Leonard Cohen), participações em concertos de músicos de variadíssimas áreas como Sérgio Godinho, Joss Stone, Linda
Martini, Nicolas Jaar ou Snarky Puppy…

Jamie & The Marx

São uma banda madeirense, composta por Tiago Silva (vencedor do passatempo MEO Like Music), na voz e guitarra, Miguel Apolinário, na guitarra lead e coro, Miguel Marques no baixo e Lino Ornelas na bateria.
Todos são músicos experientes no panorama musical madeirense. Apresentam um repertorio de “covers”, recheado de groove e óptimas energias, com músicas  portuguesas e inglesas que prometem colocar o público do MEO SONS DO MAR todo a dançar

O Mundo de Sara

Sara Mestre nasceu em Agosto de 2004 e desde cedo teve aulas de dança como ballet, sapateado e hip hop. Sara, apesar da sua tenra idade, já conta com muitas participações em teatro, cinema e televisão. Além disso, tem experiência em publicidade e passagens de modelos, marcando presença em diversos eventos.
Este pequeno, grande, talento teve formação artística em Nova Iorque, onde frequentou o workshop “Camp Broadway” em 2015.
Em 2016, a Sara tornou-se protagonista de “O Mundo da Sara” do Panda, o canal mais visto pelas crianças em Portugal e vive num mundo encantado onde tudo é possível. Destaca-se que o foi editado nas versões CD e DVD+CD e em apenas 3 semanas chegou ao 1º lugar no top de vendas nacional, tornando-se disco platina.
Este programa é um dos mais recentes fenómenos da música infantil e está a conquistar os corações dos mais novos. O disco está repleto de canções divertidas onde pode-se contar com a presença de piratas, rockstars, comboys, princesas e muitas outras aventuras.
Os vídeos como “Um Mundo Perfeito”, “Pirata” e “Alô Alô” de “O Mundo da Sara”, para além do seu enorme sucesso no Canal Panda, já contam com mais de 16 milhões de visualizações no Youtube.
No espetáculo “O Mundo da Sara” é garantido muita música e diversão. Sara e os seus amigos vão viver aventuras fantásticas e inesquecíveis que vão fazer as delícias dos mais novos. Esta é, sem dúvida, uma oportunidade única para os mais pequenos conhecerem de perto o mundo fascinante de “O Mundo da Sara”.
Sara é uma menina sonhadora que sempre que sai da escola encontra o Panda.
A menina entra num mundo de sonhos onde pode viver as suas aventuras. Esta pequena estrela vai estar em palco com quatro amigos, bailarinos e atores. O mundo de sonho começará no seu quarto e viajará por todos os seus mundos e personagens e convida todas as crianças a juntarem-se a ela e se deixem conquistar por histórias que lhes permitem sonhar cada vez mais.
Através de muita música e diversão é possível conhecer de perto o “Mundo da Sara”.


Ver mais
AlterBridge2
Comprar Bilhetes para ALTER BRIDGE
29 Outubro - Coliseu Lisboa
Fenómenos do rock musculado, os ALTER BRIDGE vêm a Portugal apresentar a novidade «The Last Hero». 

Já depois de terem completado uma vitoriosa campanha do outro lado do Atlântico, na América do Sul e de terem feito uma passagem veraneante pela Europa, os titãs do hard rock ALTER BRIDGE preparam-se agora para conquistar de vez o velho continente.

A The Last Hero Tour tem paragem marcada em Portugal no dia 29 de Outubro e o Coliseu dos Recreios, em Lisboa, vai receber uma banda em estado de graça. Comandada por Myles Kennedy, famoso pela sua associação a Slash na aventura a solo do guitarrista dos Guns N' Roses, por esta altura o quarteto norte-americano – cuja formação fica completa com ¾ dos Creed – conta já com mais de uma década de carreira sólida. Um percurso constante, apoiado com solidez em canções construídas a partir de riffs e vocalizações fortes, alicerçadas em ganchos orelhudos, uma distorção musculada e solos e arranjos exuberantes, sem nunca descurar a dose de melodia
necessária para manter o público atento.
Sem surpresas, é exatamente nessa fórmula testada com sucesso – os cinco álbuns que lançaram até ao momento entraram todos, sem exceção, na tabela de vendas nos Estados Unidos – que têm baseado o seu ouput criativo, espelhado em registos tão bem-sucedidos
comercialmente como a estreia «One Day Remains», «Blackbird», «AB III» ou «Fortress» – de 2004, 2007, 2010 e 2013, respetivamente – e, já em 2016, «The Last Hero». Editado no dia 7 de Outubro do ano passado, o quinto álbum dos ALTER BRIDGE mostrou o quarteto oriundo de Orlando, na Florida – formado por Myles Kennedy (voz e guitarra), Mark Tremonti (guitarra e voz), Brian Marshall (baixo) e Scott Phillips (bateria) –, a elevar de forma muito inteligente os seus níveis de excelência. Usando como fonte de inspiração o “heroísmo intemporal”, as 13 canções de «The Last Hero» transformaram-se numa espécie de missão de conquista pessoal para os quatro músicos e, no final, o resultado é, a todos os níveis, avassalador. Não havia, de resto, grande volta a dar – “Os heróis fazem força para nos destacarmos.
A sua vontade, coragem e sacrifício podem trazer o melhor do mundo ao seu redor”, explica o poético press-release que acompanha de «The Last Hero». Composto na ressaca do pico criativo atingido com o seu lançamento anterior – «Fortress» trepou de imediato ao #12 no Top 200 da Billboard e vendeu mais de 30,000 cópias só na semana em que foi posto à venda, tendo sido elogiado de forma unânime por parte da crítica –, Kennedy e companhia só podiam mesmo almejar ainda um pouco mais. Depois das pontuações máximas em revistas como a Total Guitar e a KERRANG!, das tours esgotadas na Europa e nos Estados Unidos, das aparições no VH1 e até na capa da Classic Rock, quando chegou de novo a hora de escrever, os ALTER BRIDGE não tiveram outra alternativa senão fazer ainda mais e melhor e, verdade seja dita, não deixaram créditos por mãos alheias.

Os bilhetes para o concerto custam 32€ (plateia em pé) e 35€ (camarotes), à venda a partir do dia 19 de Julho, nos locais habituais.

Bilheteira Online (https://www.bol.pt) e Coliseu Lisboa (https://coliseulisboa.bol.pt/).
Espanha: Masqueticket (www.masqueticket.com).
Websites: www.alterbridge.com // www.facebook.com/alterbridge
Ver mais
Thumbnail DAMA (1)
25 Novembro | Campo Pequeno | Lisboa

D.A.M.A - O Campo Vai Ser Pequeno

Dois anos após a edição do álbum ‘Dá-me Um Segundo', os D.A.M.A decidiram preparar algo muito especial para apresentar aos fãs!

A enorme popularidade dos D.A.M.A é confirmada pelo grande número de fãs, bem como pela quantidade de espetáculos realizados – mais de 250 em apenas dois anos - mas também pelo número de discos vendidos – o álbum de estreia, 'Uma Questão de Princípio', atingiu o estatuto de disco de dupla platina, por vendas superiores a 30.000 unidades e permaneceu dezanove semanas em primeiro lugar do Top de vendas nacional. Os números alcançados pelos seus vídeos no canal Youtube são também deveras impressionantes: um total de mais de trinta e sete milhões de visualizações!

O segundo CD de originais, intitulado 'Dá-me um Segundo', foi lançado em outubro de 2015, e dele foram retirados três singles: 'Não Dá', 'Não Faço Questão' (com a participação de Gabriel o Pensador) e ‘Agora é Tarde’. 'Dá-me um Segundo' foi também certificado como disco de platina.

O terceiro álbum da banda, a editar no corrente ano, possui vários temas já conhecidos dos fãs, como é o caso de 'Era eu', lançado em setembro de 2016, e que tem já mais de oito milhões de visualizações no Youtube; de ‘Miúdos’, versão do original ‘Garotos’, da autoria do cantautor brasileiro Leoni, ou do novíssimo single ‘Pensa Bem’ (Feat. ProfJam), com cerca de meio milhão de visualizações no Youtube.

Tendo esgotado por duas vezes o Campo Pequeno, o grupo de Miguel Coimbra, Francisco ‘Kasha’ Pereira e Miguel Cristovinho irá regressar, no próximo dia 25 de novembro, a esta emblemática sala lisboeta para um concerto verdadeiramente único, em que irá apresentar ao vivo este seu terceiro álbum!

Mais notícias em breve!

Ver mais
Metallica2
Comprar Bilhetes para METALLICA | Concerto Esgotado
1 de Fevereiro de 2018 na MEO Arena, em Lisboa

 

 Digressão mundial de promoção a “Hardwired... To Self-Destruct” passa por Lisboa

1 de fevereiro de 2018 na MEO Arena, em Lisboa Bilhetes à venda a partir de 24 de março


Cartaz Metallica4

Os Metallica acabam de anunciar as datas europeias da digressão “WorldWired Tour”, de promoção ao novo álbum “Hardwired… To Self-Destruct”, sendo que Lisboa é uma das datas contempladas. O grupo norte-americano regressa assim a Portugal no início do próximo ano, a 1 de fevereiro de 2018, à MEO Arena. A digressão arranca com dois concertos em Amesterdão, nos dias 4 e 6 de setembro. Os noruegueses Kvelertak vão fazer as primeiras partes da digressão. 

Os bilhetes estarão disponíveis em regime de pré-venda para membros do Legacy Met Club a partir da próxima terça-feira, 21 de março, pelas 9h da manhã, enquanto os bilhetes de todos os Fifth Members dos Metallica ficarão disponíveis em pré-venda a partir das 10h do mesmo dia. Os ingressos serão colocados à venda ao público em geral a 24 de março, sexta-feira. Consulte www.metallica.com para todas as informações quanto a bilhetes.

Os bilhetes que forem adquiridos nas lojas oficiais incluem o álbum “Hardwired… To Self-Destruct”, em formato físico e digital, edição standard. Serão enviadas informações mais detalhadas por e-mail  quanto a esta oferta, sendo que em caso de já se ter o disco é possível oferecê-lo, informações que também serão dadas via e-mail. A versão física do álbum acresce taxas de envio.

Os Metallica associaram-se à CID Entertainment para oferecer três opções que permitem uma experiência mais completa desta digressão, incluindo bilhetes premium e outras facilidades, acesso prévio à sala de espetáculos, uma visita à exposição de memorabilia “Memory Remains”, bem como meet & greets, através dos quais é possível conhecer a banda. Para informações detalhadas quanto a estas ofertas consulte: 

http://www.cidentertainment.com/events/metallica-europe-tour-2017/ 

Hardwired… To Self-Destruct” foi lançado a 18 de novembro de 2016, com o selo da Blackened Recordings, dos próprios Metallica, tendo entrado para o 1.º lugar dos tops de vendas em todo o mundo, ultrapassando as 800 mil cópias vendidas na semana de lançamento. O álbum foi produzido por Greg Fidelman com James Hetfield e Lars Ulrich e está disponível em vários formatos em www.metallica.com. 

Em Portugal, o álbum também teve entrada direta para o 1.º lugar do top de vendas, tendo atingido o Galardão de Ouro.

Hardwired… To Self-Destruct” foi bastante aplaudido pela crítica. O New York Times escreveu: “Os Metallica abraçaram a idade adulta, reclamando o ataque da sua música, ao mesmo tempo que colocam de parte a imagem de banda hard rock jovem, veloz e fora de controlo”. “Em ‘Hardwired’ os Metallica voltam ao terror vintage dos anos 80”, escreveu a Rolling Stone. O The Guardian afirmou: “Os Metallica acabam de fazer o seu melhor disco em 25 anos”, enquanto a NME referiu: “Os Metallica mantêm-se vitais e inovadores”.

Informações:

01 de Fevereiro 2018

MEO ARENA - Lisboa

Preços de bilhetes: 50 a 80 euros

SOBRE METALLICA

Os Metallica foram formados em 1981 pelo baterista Lars Ulrich e pelo guitarrista e vocalista James Hetfield e tornou-se uma das mais influentes e comercialmente bem sucedidas bandas de rock na história, tendo vendido 110 milhões de álbuns em todo o mundo enquanto toca para milhões de fãs em literalmente todos os sete continentes. Compilaram vários álbuns multiplatina, incluindo o “Metallica” de 1991, conhecido por “The Black Album”, com vendas de quase 17 milhões de cópias nos Estados Unidos, tornando-o o álbum mais vendido da história da Soundscan. Metallica também recebeu inúmeros prémios e elogios, incluindo nove Grammy Awards, dois American Music Awards e vários MTV Video Music Awards, e foram induzidos no Rock and Roll Hall of Fame e Museum em 2009. Em Dezembro de 2013, os Metallica fazem história quando dão um concerto raro na Antártida, tornando-se a primeira banda a tocar em todos os sete continentes num ano, o que lhes rendeu um lugar no Guinness Book of World Records.

SOBRE KVELERTAK

Formada em Stavanger, na Noruega, Kvelertak é uma banda vencedora de prémios e aclamada pela crítica em todo o mundo, além de quatro prémios Spellemann conquistados. Lançaram três álbuns. O seu mais recente LP, “Nattesferd”, obteve os elogios "Most Anticipated" da Rolling Stone, Stereogum e Consequence of Sound, aquando do seu lançamento em Maio de 2016 e rapidamente estabeleceu-se como um dos mais aclamados lançamentos do ano. Stereogum escolheu “Nattesferd” como o álbum #16 na sua lista dos "50 melhores álbuns de 2016", afirmando: "... é um estimulante convite para um mundo inteiro", e a Rolling Stone elogiou a coleção nos seus "Best Metal Records of 2016" afirmando, "... Kvelertak tornaram-se no crossover mais atraente e convincente do heavy metal".


Cartaz Metallica 2018

Ver mais
© 2010 PEVENTERTAINMENT Todos os direitos reservados
Powered By Wiremaze