PEV Entertainment
Twitter
Facebook
YouTube
Flickr
MySpace
RSS
Newsletter
  • Matias Damasio 1
    Ver mais
    Matias Damásio
  • Jamie1
    Ver mais
    Jamie Cullum
  • Da Weasel 1
    Ver mais
    DA WEASEL
Festivais
Festival MEO Marés Vivas
Sons do Mar
Quem gostaria de ver ao vivo em Portugal?
Apoios

Agenda

Matias Damasio 2
Matias Damásio
Comprar Bilhetes para Matias Damásio
16 dezembro | Super Bock Arena
Matias Damásio sobe ao palco da Super Bock Arena, no Porto, no dia 16 de dezembro, às 21h00. Este concerto imperdível vem no seguimento dos últimos singles do artista, “O Nosso Beijo” e “Como Antes” que contam com mais de 11 milhões de visualizações no YouTube.

MATIAS DAMÁSIO

Matias Damásio é um dos mais incontornáveis músicos e compositores angolanos popularmente conhecido pelo seu estilo romântico. Tudo começou no ano 2000, com participações em vários concursos de música, tendo arrecadado ao longo dos anos vários prémios e sucessos.

Em 2015 lança o seu quarto álbum de originais alusivos aos 10 anos de carreira, intitulado “Por Amor”. Este álbum arrecadou o prémio de 2º lugar no Top juntamente com o prémio no Top Rádio Luanda, tornando-se assim o seu “bilhete de ida” para Portugal. Em 2016 edita o mesmo álbum pela Sony Music Portugal, provando-se ser um sucesso com o tema “Loucos” a destacar-se pelo país com mais de 68 M de visualizações no YouTube ao dia de hoje. Neste ano, Matias Damásio foi convidado pela artista espanhola Vanesa Martin para participar num dueto, “Porque queramos vernos” que atingiu mais de 45 Milhões de views no Youtube, tornando-se um sucesso na Península Ibérica.

Em 2018 lança o seu 5º álbum “Augusta” que se torna de imediato n.º 1 do Top de vendas em Portugal, esgotando a maior sala de Portugal (Altice Arena), sendo também convidado para estar presente no evento Mónaco Better World Forum onde teve o privilégio de actuar para o Príncipe Carlos. No ano seguinte vence os prémios: Lusofonia (Prémios da música portuguesa), Globos de Ouro em Angola, Angola Music Awards, African Entertainment Awards USA, e em 2020 lança um novo EP com 6 temas: “Viver, Amar & Dançar”, tornando-se rapidamente num sucesso, destacando-se os temas: Luz e Minha Pessoa.

Os últimos singles “O Nosso Beijo” (2021) e “Como Antes” (2022) consolidam a carreira de Matias Damásio como uma das carreiras de maior sucesso em Portugal.
Ver mais
Jamie2
Jamie Cullum
Comprar Bilhetes para Jamie Cullum
23 março | Campo Pequeno
24 março | Super Bock Arena
JAMIE CULLUM ATUAM EM PORTUGAL COM DUAS DATAS EM MARÇO DE 2023

O acarinhado músico e pianista de Jazz contemporâneo, Jamie Cullum chega a Portugal em 2023 com dois espetáculos únicos: 23 de março no Campo Pequeno e 24 de março na Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota. Os bilhetes já se encontram disponíveis nos locais habituais.?

O músico é celebrado em todo o mundo com uma base de fãs leais nos quatro cantos da terra. Nos últimos 18 anos, os seus lendários concertos levaram-no a atuar em festivais e salas ao lado de artistas tão diversos como Herbie Hancock, Kendrick Lamar, St Vincent ou Lang Lang.

Jamie Cullum conta já com oito álbuns na bagagem e o nono prestes a chegar. oito álbuns em seu currículo e o número nove prestes a chegar, estabelecendo-se como um multipremiado artista, com nomeaçõess nos BRIT Awards e nos GRAMMYs, derivadas do sucesso do seu álbum Twentysomething e do sucessor Catching Tales.

Este sucesso deu origem a uma tour mundial que levou Cullum a mais de quarenta países, afirmando-se como uma das melhores atuações ao vivo da atualidade, que culminou no festival Glastonbury.

Ao longo da sua carreira, tornou-se diretor convidado de alguns dos seus festivais favoritos, produzindo concertos extraordinários no Royal Albert Hall para dois BBC Proms, o Hollywood Bowl com a LA Philharmonic e uma noite de Jazz e Drum n' Bass no The Fórum em Londres. Jamie teve já a oportunidade de realizar uma das suas ambições de trabalhar com música para filmes, em Meet The Robinsons da Disney ou Gran Torino de Clint Eastwood.

Entre concertos, direção musical e composição para cinema, Jamie Cullum encontra tempo para o seu programa de rádio ouvido em todo o mundo, baseado no seu estilo primário, o Jazz, mas que mergulha no mundo do hip-hop, electrónica entre outros. Neste programa ouve-se música, fazem-se entrevistas e ainda sessões ao vivo, conquistando o prestigioso ARIA de ouro para Melhor Apresentador Musical, no final de 2018.

Agora, em 2023, o músico chega a Lisboa e Porto com duas datas que prometem ser inesquecíveis.

BILHETES JÁ À VENDA NOS LOCAIS HABITUAIS

Campo Pequeno | 23 de março
Abertura de portas: 20h00
Início do espetáculo: 21h00
BILHETES
Plateia VIP - 65€
1ª Plateia - 50€
2ª Plateia - 45€
Bancada A - 40€
Bancada B - 40€
Bancada C - 30€
Galeria 1ª - 35€
Galeria 2ª - 25€
Mobilidade Condicionada - 25€

Super Bock Arena | 24 de março
Abertura de portas: 18h00
Início do espetáculo: 20h00
BILHETES
Plateia VIP - 65€
Plateia A- 50€
Plateia B - 45€
Balcão 0- 40€
Balcão 1 - 35€
Balcão 2 - 30€
Mobilidade Condicionada Piso 0 - 45€
Mobilidade Condicionada Piso 1 - 30€

Apenas são válidos os bilhetes adquiridos nos pontos de venda oficiais. Não adquira bilhetes em sites de mercado secundário.

Locais de venda oficiais: Campo Pequeno, FNAC, El Corte Inglés, Worten, Agência ABEP
Ver mais
Da Weasel 2
DA WEASEL
Comprar Bilhetes para DA WEASEL
14 julho | Festival Marés Vivas
É uma das bandas mais criativas da música portuguesa e das maiores de que há memória; o seu início remonta a Almada, em 1993, e surge da criação e irreverência dos irmãos João Nobre (Braindead) e Carlos Nobre.

Uma vontade de fazer música com ramificações diretas ao hip hop industrial e orgânico dos Disposable Heroes of Hiphoprisy ou dos sociais conscientes Public Enemy, levou João Nobre a desafiar o irmão mais novo a embarcar na ideia e na aventura, a criação dos Da Weasel.
Carlos Nobre assume o papel de Pacman, letrista, voz principal e João Nobre torna-se Jay Jay Neige como compositor maior do projeto.

Armando Teixeira (maquinaria) e DJ Yen Sung (voz) entram para os Da Weasel um ano após o arranque e participam no primeiro EP da banda “More than 30 Mother***s”, todo ele cantado em inglês. Os temas “Monkey king” ou “God Bless Johnny” ecoam pelo país e revelam uma nova realidade no panorama nacional da altura, a união Rock e Rap.

Em 1995, surge o muito aguardado longa duração de estreia, “Dou-lhe Com a Alma”, editado pela Dínamo e é nesta fase que se inicia a transição do inglês para o português como língua dominante, dado que a banda assumia uma postura e consciência sociais irreverentes, na qual a mensagem seria a peça nuclear em todo o projeto. Os Da Weasel, já com Pedro Quaresma na guitarra, tornam-se o grupo revelação do ano e com maior presença e expressão no airplay de rádio em Portugal.

É nesta altura que Yen Sung sai da banda e entram em cena Virgul na voz e Guilherme Guillaz na bateria. É também lançado o disco “3º Capítulo” pela multinacional EMI, com produção da própria banda e Amândio Bastos, que integra as participações de Sam, Sanrise, Fernanda Freitas, João Gomes, Laurent Filipe e Sinde Filipe. Este disco mostra uma banda mais madura na sua sonoridade e mais consciente, tomando o seu espaço na música nacional.

Armando Teixeira sai da banda prosseguindo uma carreira a solo e “Iniciação a uma vida Banal – O Manual” é lançado pela EMI em 1999. “Outro Nível” é o tema de maior expressão. A produção do disco conta com a colaboração do produtor brasileiro Bid, que havia trabalhado recentemente com Chico Science. O disco marca o regresso em força da “doninha”, no seu melhor à atividade discográfica e aos palcos portugueses.

No espaço compreendido entre o lançamento do “3º Capítulo” e a chegada d’”O Manual”, os Da Weasel colaboram noutros projetos.

Em Dezembro de 2010, a notícia colhe Portugal de surpresa e é anunciado na página oficial dos Da Weasel e também através de comunicado da editora para a comunicação social, o fim da banda.

Carlos Nobre, João Nobre, Pedro Quaresma, Guilherme Guillaz, Dj Glue e Virgul, continuaram ativos na música, integrados em vários projetos ou a solo, mas os Da Weasel permanecem como uma das mais aclamadas instituições da música portuguesa e que ainda marca várias gerações.

Chegados a 2019 e, a “doninha” achava que iria surpreender e comunicou na altura que iria regressar aos palcos mas, a humanidade viu-se surpreendida com uma pandemia. O que os levou a cancelar todas a atividades e manifestações culturais. Finalmente, em 2022 os Da Weasel subiram ao palco do Alive, numa noite absolutamente memorável, onde foram a primeira banda portuguesa de sempre a esgotar o festival. Agora a Doninha prepara-se para o comeback a título definitivo em 2023.
Ver mais
© 2010 PEVENTERTAINMENT Todos os direitos reservados
Powered By Wiremaze