PEV Entertainment
Twitter
Facebook
YouTube
Flickr
MySpace
RSS
Newsletter
  • MV2022
    Ver mais
    COMUNICADO MEO MARÉS VIVAS
  • ruiveloso
    Ver mais
    RUI VELOSO
  • Deixem1
    Ver mais
    DEIXEM O PIMBA EM PAZ
  • Mariza
    Ver mais
    MARIZA
  • James1
    Ver mais
    James
  • NickMasons1
    Ver mais
    NICK MASON (Pink Floyd)
  • AnittaMV2020_1
    Ver mais
    ANITTA
  • Jessie J
    Ver mais
    JESSIE J
Festivais
Festival MEO Marés Vivas
Sons do Mar
Quem gostaria de ver ao vivo em Portugal?

Arquivo

multimedia2
GARBAGE
Comprar Bilhetes para GARBAGE
19 de Julho de 2012, no Cabedelo - Vila Nova de Gaia 
É com muita satisfação que o Festival Marés Vivas tmn confirma a presença dos Garbage para o dia 19 de Julho no palco tmn. Confirmam ainda hoje, o estatuto de uma das melhores bandas da segunda metade da década de 90.

O grupo de rock oriundo dos Estados Unidos da América (Madison), formado em 1993 pelo baterista da banda Butch Vig e que mais tarde viria a integrar os produtores Steve Marker e Duke Erikson e ainda a sensual Shirley Manson, regressam a Portugal para nos mostrar de que material são feitos.

Antes de partirem para a aventura Garbage, três dos seus membros já tinham uma vasta experiência no mundo da música: Butch Vig tinha sido produtor de álbuns excepcionais dos Nirvana, U2, Smashing Punpkins ou Sonic Youth. Steve Marker e Duke Erikson também eram produtores.

No final da década de 80, Butch e Duke decidem montar um estúdio para produzir bandas de rock alternativo e nos tempos livres começam a trabalhar nas suas próprias músicas e formam a banda Spooner. Mais tarde Butch conhece Duke na Universidade e depois de se tornarem amigos convida-o a integrar a banda. Tornam-se conhecidos produtores e terminam com os Spooner.

Em 1993 encontram-se para trabalharem juntos em remisturas dos U2, Nine Inch Nails e Depeche Mode e passado muito pouco tempo começam a compor juntos.

Curiosamente um amigo de Butch aos ouvir as demos do projecto, caracteriza as músicas como “lixo” e, é aí sem que nada o fizesse esperar decide dar o nome de Garbage ao projecto. Mas a banda só ganha forma após a entrada da vocalista Shirley Manson, convidada após a terem visto cantar num programa da MTV.

Até ao lançamento do primeiro álbum, a banda decide apenas lançar alguns singles de edições limitadas e aí começam a destacar-se junto dos media: Butch por ser um grande produtor e pela figura central da banda, a sensual e talentosa Shirley Manson.

“Garbage” é o nome escolhido para o álbum de estreia da banda em 1995. Rapidamente aclamado pelo público e pela crítica, os primeiros singles “Only Happy When It Rains”, “Stupid Girl” ou “Milk” conquistam tudo e todos. A sonoridade do álbum era uma mescla de rock com elementos de música electrónica e o disco atinge a marca de 3 milhões de cópias vendidas.

O perfeccionismo dos produtores faz com que o segundo álbum demore a ser lançado, até que em 1998 lançam “Version 2.0”. Conquistam discos de ouro e platina e nomeações para todo o tipo de prémios de música. “Version 2.0” torna-se um dos 10 discos mais vendidos no mundo naquele ano.

Gravam uma música que integraria a banda sonora do filme “007 – The World is not enough” e em Setembro de 2001, lançam o terceiro álbum da banda: “Beautiful Garbage”, o mais pop da carreira e menos aceite pela crítica e fãs, por precisamente se ter tornado mais pop do que rock, levando a banda a uma crise e futuro incertos.

Iniciam em 2004 a gravação do quarto álbum, mas algumas divergências entre o grupo levam a uma separação num curto período de tempo. Resolvem reunir-se novamente e retomam as gravações do álbum “Bleed Like Me”, que viria a ser lançado em Abril de 2005.

Com o mesmo vigor e entusiasmo dos primeiros álbuns da banda, a crítica e os fãs adoram o resultado. Após a tournée de “Bleed Like Me”, o futuro da banda torna-se uma incógnita e lançam em 2007 uma colectânea com quase todos os grandes hits da banda, intitulada de “Absolut Garbage”.

O mistério e a rebeldia dos Garbage está de volta ao fim de 7 anos e acabam de anunciar o novo álbum “Not Your Kind of People”, que irá ser lançado a 15 de Maio deste ano. Os Garbage estão prontos para reclamar o seu reino no mundo do rock.

Prometem arrasar no festival Marés Vivas tmn e quebrar com a nostalgia ao tocarem alguns dos maiores êxitos da sua carreira. Espera-se uma noite muito especial ao som do melhor rock.

http://garbage.com/
http://www.facebook.com/GarbageOfficial
Ver mais
multimedia2
KAISER CHIEFS
Comprar Bilhetes para KAISER CHIEFS
19 de Julho 2010, Cabedelo Vila Nova de Gaia

O Festival Marés Vivas tmn promete uma noite “efervescente” ao ritmo dos britânicos Kaiser Chiefs: dia 19 de Julho no palco tmn. Os Kaiser Chiefs são uma banda inglesa de New Wave, numa versão anos 80, o grupo liderado por Ricky Wilson juntou-se no ano de 2003, em Leeds e a adopção de uma sonoridade mais indie ajudou-os a atingir uma estrondosa popularidade, quer no Reino Unido, quer internacionalmente.

“Kaiser Chiefs Football Club” – Clube de Futebol Africano, foi a inspiração para o nome da banda: sendo a equipa a que pertenceu Lucas Radebe capitão do clube favorito da banda, o Leeds Utd. Esta associação ao futebol e toda a influência clubística estão presentes em algumas das suas músicas, como por exemplo “I Predict a Riot”.

Com lugar garantido no maior festival do Norte, a banda britânica de indie rock lançou em Maio de 2004 o single de estreia “Oh My God”, esgotando as vendas em 3 dias. O segundo single “I Predict a Riot” é lançado logo de seguida e só em Março de 2005 é editado o álbum de estreia “Employment”. Em Fevereiro de 2007 e do novo álbum intitulado “Yours Truly, Angry Mob”, sai o magnifico single “Ruby”.

No panorama musical, atingem quase de imediato as luzes da ribalta e em Outubro de 2008 surge o 3º álbum da banda “Off With Their Heads”. Chamaram à atenção da crítica internacional e com a jovialidade contagiante que os caracteriza fizeram com que aumentassem a sua reputação mundial.

Em Junho de 2011 lançam o 4º álbum de uma forma bastante inovadora: “The Future is Medieval”, onde os fãs podem montar o álbum à sua escolha. Lançado de uma forma muito pouco convencional, o último álbum foi crucial para a banda e para o aumento do seu prestígio.

No dia 19 de Julho, os Kaiser Chiefs irão entrar em palco com o seu ritmo electrizante e a energia inesgotável que os acompanha sempre. Promete ser um espectáculo com muita animação, com uma banda que dá 100% em palco e contagia o público.

A banda inglesa junta-se assim ao cartaz da 10ª edição do Festival Marés Vivas tmn e espera-se um concerto verdadeiramente electrizante.

http://www.kaiserchiefs.com/

http://www.myspace.com/kaiserchiefs
Ver mais
DestaqueTHECULT
THE CULT
Comprar Bilhetes para THE CULT
19 de Julho de 2012, no Cabedelo - Vila Nova de Gaia

A 5ª confirmação para o maior Festival do Norte está feita e nada melhor do que os pujantes The Cult para actuarem no dia 19 de Julho.

Não carecendo de grandes apresentações e massudas biografias, apresentamos esta mítica banda, como uma das principais bandas de rock mundiais. Após uma sucessão de mudanças de nome, os The Cult surgiram em 1984, sendo uma das melhores bandas de Heavy Metal de Inglaterra. 

Formados em Yorkshire (UK), a sua história remonta aos finais dos anos 70, sendo considerados uma banda referência dos anos 80.

A banda de Ian Astbury e Billy Duffy regressam a Portugal e desta vez a Norte, ao Festival Marés Vivas Tmn, para um grande concerto onde não deixarão de tocar alguns dos seus maiores êxitos: “She Sells Sanctuary” ou “Fire Woman” entre tantos outros que nos marcaram a adolescência.

Desde o seu álbum de estreia – “Dreamtime” (1984) que a banda se mostrou sempre bastante ecléctica e muito pouco convencional, com um estilo que se misturava entre o Heavy metal, o gótico e o punk.

Definidas as suas influências: Led Zeppelin, The Doors ou Jimi Hendrix, os The Cult encontraram o seu estilo e conseguiram uma enorme projecção mundial.

Lançaram entre 1985 e 1994, cinco álbuns: “Love” (1985); “Electric” (1987); “Sonic Temples” (1989); “Ceremony” (1991) e “The Cult” (1994), até ao momento em que os dois fundadores da banda decidiram partir para projectos a solo.

Depois do período de hiato, decidem voltar a unir-se e em 2001 lançam um novo álbum: “Beyond Good and Evil”, produzido pelo veterano Bob Rock. E após este álbum, eis que mais um hiato, até retomarem em 2005 com a tour “Return of the Wild”, que resultou no último disco da banda lançado no ano de 2007, “Born Into This”. Em Setembro de 2009, iniciam a digressão europeia “Love Live Tour” e em 2010 lançam um novo single “Every Man and Woman is a Star”.

Em todos os momentos a banda contou sempre com os remanescentes da formação original – Astbury e Duffy.

Com novo álbum muito brevemente, os The Cult irão usar o palco do Marés Vivas Tmn e dar uma aula do mais puro Rock n´Roll. O novo álbum de estúdio após 5 anos do último lançamento intitula-se “Choice of Weapon”.

Irá ser lançado a 21 de Maio deste ano e as 10 faixas que compõem o álbum mostram o lado cru e visceral da banda, com visões cinematográficas, temas de amor, revolta e redenção.

“Choice of Weapon” é o seguimento do aclamado “Born Into This” (2007), que a revista britânica

Mojo caracterizou de “um registo sincero, utópico e irrefutavelmente emocionante”.

O álbum foi escrito por Ian Astbury e Billy Duffy, gravado em Nova Iorque, Los Angeles e no deserto da Califórnia, entre Julho e Dezembro de 2011.

Os The Cult tiveram a oportunidade de trabalhar com dois dos produtores mais influentes e talentosos dos dias de hoje, levando-os para lá da linha de conforto.

Segundo Ian Astbury o álbum é especialmente dedicado aos fãs e reflecte o descontentamento actual, a destruição dos ecossistemas, a busca do sentido individual contra o materialismo desenfreado e o narcisismo.

Os The Cult revelam ainda que este talvez seja o melhor álbum de todos os tempos. Dignos de uma pujança incrível em palco, iremos recordar muitos dos grandes êxitos dos mais de vinte anos de carreira dos The Cult.

http://www.the-cult.com/

http://www.facebook.com/officialcult

Ver mais
destaqueGUN
GUN
Comprar Bilhetes para GUN
19 de Julho, no Cabedelo, Vila Nova de Gaia
O regresso de uma banda mítica: os Gun irão actuar no dia 19 de Julho no Festival Marés Vivas tmn.

O assumir do rock autêntico deu-lhes uma enorme vantagem sobre os seus pares durante os meados dos anos 80. Os Gun formaram-se em Glasgow pelos irmão Gizzi, que se uniram para reinventar o Rock n´Roll. O álbum de debute da banda “Taking On The World” trouxe com ele muitos singles de sucesso, que lhes valeu actuações com bandas como: Rolling Stones, Bon Jovi, Simple Minds, Bryan Adams e Def Leppard.

Com seis álbuns editados entre 1989 e 2005, ficaram mundialmente conhecidos pela cover do tema “World Up” dos Cameo. Após o lançamento do álbum “Swagger”, os Gun receberam o prémio Best Cover da MTV com “World Up”, que a Pamela Anderson tornaria inesquecível no filme “Barb Wire”. Também “Seems Like I´m Losing You” do mesmo álbum, “Better Days” de “Taking on the World” e “Steal Your Fire” andaram nos ouvidos mais atentos nos anos 90.

Das bandas mais lendárias da história, os Gun foram galardoados com o prestigiado Nordoff Robbins Tartan – Prémio de Melhor Banda Live da Escócia.

Regressaram à estrada em 2008/2009, com tournées pela Europa, incluindo uma tournée pelo Reino Unido com Lynyrd Skynyrd. Entusiasmados com o regresso aos palcos, os Gun souberam dar uma resposta positiva aos fãs mais leais que os seguiam por todo o lado.

Jools e Dante decidem entrar novamente em estúdio para gravaram um novo álbum e 2011 viu a banda regressar com uma nova força, participaram em festivais de verão apresentando um mix entre os maiores sucessos e o novo material. Quando os Gun não estão em concertos, estão a preparar o seu novo álbum que irá ser lançado ainda este ano. O novo álbum foi gravado no Rockfield Studios, sendo o primeiro álbum completo em 14 anos onde trabalham com o produtor Dave Eringa, que está por detrás de artistas como Manic Street Preachers e Ocean Colour Scene.

Com um burburinho à volta do regresso, a banda está animada para subir aos palcos este verão e o palco do Festival Marés Vivas será o local perfeito para um concerto vibrante.
Ver mais
thesounds2
THE SOUNDS
Comprar Bilhetes para THE SOUNDS
18 de Julho de 2012, no Cabedelo - Vila Nova de Gaia
Com um estilo que se divide entre o New Wave, o Rock Alternativo, o Post-Punk e o Indie Rock, os suecos The Sounds são uma mistura que nos faz lembrar Blondie, The Cars ou os Epoxies.

Formados em Helsingborg (Suécia), no ano de 1999, fazem parte da banda os amigos Félix Rodriguez (guitarra) e Johan Bengtsson (baixo), que contaram com a entrada na banda de Fredrik Nilsson (bateria), de Jesper Anderberg (teclado, piano e guitarra) e ainda com uma das reconhecidas “Hottest Women of… Rock”, Maja Ivarsson (voz).

O álbum de estreia “Living in America”, lançado em 2002 e produzido em Estocolmo e gravado por Adel Dahdal. Conquistaram já alguns prémios “best newcomer”, bem como alguns Grammies e o 4º lugar nas tabelas de música suecas.

Passaram a ser reconhecidos não apenas no próprio país, mas também nos Estados Unidos, onde são bastante aplaudidos. Andaram em digressão com bandas como os Foo Fighters, The Strokes, Mando Diao, Angel & Airwaves ou Panic at the Disco e mais recentemente os Paramore.

O reconhecimento nos E.U.A é tal, que a banda já apareceu diversas vezes em revistas e programas televisivos e conquistou já, algumas personalidades famosas: Quentin Tarantino, Britney Spears ou Pharrell, entre outros.

Gravado em Oakland na Califórnia, o segundo álbum da banda “Dying to Say This to You”, foi produzido por Jeff Saltzman (produtor de Hot Fuss dos The Killers). Lançaram em 2009 o 3º álbum “Crossing The Rubicon” e mais de metade dos concertos foram realizados nos Estados Unidos.

Com presença marcada no Festival Marés Vivas tmn, a 18 de Julho no Palco TMN, os The Sounds irão mostrar todo o seu talento, garra e energia em palco. O público terá oportunidade de ouvir o mais recente álbum da banda, lançado em 2011: “Something to Die For”.

http://www.the-sounds.com
http://www.myspace.com/thesounds
Ver mais
destaqueFRANZFERDINAND
FRANZ FERDINAND
Comprar Bilhetes para FRANZ FERDINAND
18 de Julho de 2012, no Cabedelo - Vila Nova de Gaia

O Festival Marés Vivas Tmn orgulha-se de confirmar os Franz Ferdinand, no dia 18 de Julho.

Donos de um ritmo frenético, adocicado por letras apaixonantes mostram que o quarteto escocês é sem dúvida uma das maiores revelações musicais dos últimos tempos.

Composta por Alex Kapranos, Bob Hardy, Nick McCarthy e Paul Thomson, a banda escocesa formou-se em Glasgow no ano de 2002.

O single “Take me Out” garantiu-lhes o sucesso, alcançando a 3ª posição no top do Reino Unido.

Conquistam em 2004 o Mercury Music Prize e dois Brit Awards em 2005 para melhor grupo britânico e ainda o Best Rock Act britânico. O segundo álbum da banda “You Could Have It So Much Better” (2005) foi disco de platina e o álbum mais vendido no Reino Unido.

Com 3 álbuns, a banda comandada por Alex Kapranos vendeu mais de 3 milhões de discos em 2009, a par do terceiro álbum Tonight: Franz Ferdinand.

Os Franz Ferdinand são claramente uma variação competente de Rock e ritmos mais dançáveis, inspirados nos Talking Heads e outras bandas dos anos 80, sem esquecer as influências e os ritmos dançantes do Indie Rock.

Espera-se no Festival Marés Vivas Tmn uma das suas extraordinárias performances musicais, ao vivo os Franz Ferdinand são sobejamente conhecidos pelas suas danças desenfreadas e extraordinários momentos de êxtase colectivo.

O público irá deixar-se conquistar pelos encantos de Alex Kapranos e sua respectiva plêiade.

http://www.franzferdinand.co.uk/

http://www.myspace.com/franzferdinand

Ver mais
destaqueWOLFMOTHER
WOLFMOTHER
Comprar Bilhetes para WOLFMOTHER
18 de Julho de 2012, no Cabedelo - Vila Nova de Gaia

A banda australiana de Hard Rock, formada em Erskineville (Sydney) no ano 2000, é a mais recente confirmação para o Festival Marés Vivas Tmn. Irão subir ao palco no dia 18 de Julho, os Wolfmother – conhecidos por revitalizarem o Hard Rock dos anos 70.

Fazem parte da banda o fundador Andrew Stockdale, Ian Peres, Aidan Nemeth e Dave Atkins. Estiverem durante alguns anos no anonimato e só viriam a público em 2003, lançando um EP com título homónimo “Wolfmother” (Modular Recordings, 2004), após a saída para o mercado torna-se rapidamente num enorme sucesso.

Vendem mais de 10.000 cópias na Austrália.

A música dos Wolfmother é associada ao Hard Rock clássico, com inspiração em grandes bandas da década de 70: Led Zeppelin, Deep Purple ou Black Sabbath, incorporando ainda elementos folk.

Decidem partir e conquistar o mundo, em 2005 mudam-se para Los Angeles para trabalharem lado a lado com o produtor Dave Sardy.

Lançam o primeiro single duplo que inclui “Mind´s Eye/ Woman”, editado em 2005.

Conquistam em 2007 um Grammy com a canção “Woman”, na categoria de melhor desempenho de Hard Rock.

Em 2006 a revista Rolling Stone considerou-os como uma das 10 melhores bandas

para ver ao vivo. Em Maio do mesmo ano edita-se “Wolfmother”, entrando para o nº 3 das vendas e o que lhes vale uma tripla platina. Ainda em 2006 a canção “Love Train” é utilizada num anúncio da Apple (IPod).

Os Wolfmother entram numa longa digressão e de festival em festival, tocam no Coachella, T in the Park, Lollapalooza, SXSW de Austin, entre tantos outros.

Vão conquistando cada vez mais público e os fãs vão aumentando.

O ano de 2006 foi sem dúvida o ano da consagração dos Wolfmother. Em 2009 lançam o segundo álbum “Cosmic Egg”, produzido por Alan Moulder (Depeche Mode, Nine Inch Nails, Them Crooked Vultures), seguindo sempre a mesma linha do Hard Rock dos anos 70.

O Festival Marés Vivas Tmn prepara-se para receber uma banda que faz jus às suas influências, vista por muitos como um misto do grunge americano dos anos 90 e o rock duro britânico dos anos 70.

Dia 18 de Julho o “uivo” dos Wolfmother vai-se fazer ouvir.

http://www.myspace.com/wolfmother

http://www.wolfmother.com/

Ver mais
destaquesonsdomar
SMtmn – Festival Sons do Mar
Comprar Bilhetes para SMtmn – Festival Sons do Mar
22 de Junho, Parque de Santa Catarina, Funchal
O Parque de Santa Catarina no Funchal, recebeu, em 2011, pela primeira vez? o SMtmn – Festival Sons do Mar.

Com um cenário único, o Parque de Santa Catarina oferece uma belíssima vista sobre a baía do Funchal. E o SMtmn conseguiu proporcionar momentos únicos e inesquecíveis, permitindo a todos sentirem que fizeram parte de uma experiência única.

O ano de 2011 enquanto ano zero, potenciou os diferentes espaços do festival: parceiros, restauração, zona VIP, palco, etc., e obteve uma ampla participação do público nacional e internacional.

Em 2012 pretende-se que o público usufrua e participe ainda mais do festival.?O Funchal apostou num evento em que?a principal motivação é a aposta no desenvolvimento participado e sustentado da cultura da cidade.

A promessa do SMtmn é proporcionar experiências, fornecendo a estrutura,?o ambiente, a animação e a boa música.

O festival SMtmn levou à Madeira nomes sonantes da música portuguesa, tais como, Áurea, Pedro Abrunhosa, Os Classificados e os madeirenses Punk D`Amour.

Considerando o sucesso da primeira edição, a nossa vontade é que este evento constitua uma marco importante nos eventos que se realizam em toda a região madeirense.

Pretendemos oferecer aos madeirenses um festival de Verão diferente, que junte num só local artistas de renome nacional? e internacional.

Queremos que o SMtmn seja sempre um evento de grande qualidade musical, num belíssimo espaço como o Parque de Santa Catarina o é.
Ver mais
© 2010 PEVENTERTAINMENT Todos os direitos reservados
Powered By Wiremaze